Categoria bancária participa do Dia do Basta nesta sexta-feira | Portal

Notícias da Fenae

09.08.2018
Categoria bancária participa do Dia do Basta nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (10) será deflagrado o Dia do Basta, protesto nacional da classe trabalhadora contra o retrocesso e por nenhum direito a menos, convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais do país, com apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo e de vários movimentos sociais. Os bancários, por orientação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT), vão juntar-se a essa mobilização em defesa dos bancos públicos e da Caixa Econômica Federal 100% pública, lutando ainda contra a retirada de direitos.

A avaliação é a de que o Brasil precisa recuperar a democracia, o desenvolvimento sustentável, a geração de emprego com qualidade e a distribuição de renda. Apenas a mobilização e a participação de todos os trabalhadores vão abrir o caminho para um país melhor.  

A data contará com manifestações, paralisações, atrasos de turnos e atos de protestos nos locais de trabalho, praças e ruas. No Dia do Basta, a categoria bancária vai promover retardamento de abertura de agências e departamentos e vai participar de atividades locais que serão realizadas por sindicatos de diversas categorias.

Neste dia, segundo a Contraf/CUT, os bancários vão mostrar aos banqueiros que não aceitam a retirada de direitos e que querem aumento real na Campanha Nacional Unificada 2018. A categoria bancária estará unida aos demais trabalhadores na luta contra o desemprego que atinge mais de 13 milhões de cidadãos brasileiros e também contra a retirada de direitos feita com a aprovação da nova lei trabalhista que libera a terceirização indiscriminada.

O recado será dado: bancários querem aumento real e não aceitam perder direitos. Não vão aceitar receber PLR menor e tampouco ser substituídos por trabalho precarizado,

Para o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira, a união e mobilização dos trabalhadores é fundamental para garantir o fortalecimento da luta em defesa do caráter público da Caixa. “Por isso, no Dia do Basta, precisamos nos mobilizar fortemente para manter nossos direitos, assegurar a Caixa 100% pública e reafirmar o papel social que o banco desemprenha no país. Nesse sentido, a participação de toda a categoria é essencial”, afirma.

Defesa dos bancos públicos

Nas assembleias realizadas na noite desta quinta-feira (9), Brasil afora, os bancários aprovaram a realização de um Dia Nacional de Luta em defesa dos bancos públicos e contra as resoluções 22 e 23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR). Ato com este objetivo será realizado no dia 15 de agosto, em Brasília (DF), em frente ao Ministério da Fazenda, com repercussão nos estados que não puderem participar da atividade no Distrito Federal.

As resoluções da CGPAR determinam que empresas estatais reduzam despesas com a assistência à saúde dos trabalhadores e limita a 6,5% da folha de pagamento a participação no custeio dos planos de saúde dos funcionários pelas empresas públicas. Isso afeta planos de saúde de autogestão como o Saúde Caixa.

Empregados da Caixa e outros bancários promovem atos e paralisações em todo o país por nenhum direito a menos e em defesa da Caixa e de outros bancos públicos
Compartilhe:
Voltar

LINKS ÚTEIS

Atendimento APCEF

  • apcefse@apcefse.org.br
  • APCEF/SE - Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal
  • Avenida Melício Machado, 820, Aeroporto
  • Aracaju, Sergipe, CEP. 49038-443
  • TEL (79) 3243-3279